Notícias

PROJETO SOCIAL DA ROTAM INICIA AULAS VOLTADAS A CRIANÇAS DA ESTRUTURAL

30
Jan

PROJETO SOCIAL DA ROTAM INICIA AULAS VOLTADAS A CRIANÇAS DA ESTRUTURAL

Nesta segunda (29), iniciaram-se as aulas de jiu-jitsu do projeto social \"Rotam na Comunidade\". A iniciativa estreou com 20 alunos de faixa etária entre 6 e 9 anos. Esses aulos terão aulas as segundas e quartas-feiras, já as turmas de terças e quintas-feiras serão destinadas às crianças de 10 a 12 anos de idade.

“Rotam na Comunidade” é um projeto social da PMDF que oferece aulas gratuitas de Jiu-Jitsu para crianças de 6 a 12 anos, moradoras da cidade Estrutural. A iniciativa foi desenvolvida pelo cabo Bernardo, da Rotam, e pelo sargento Perpétuo, com apoio do comandante da Rotam, major Cláudio Peres. 

A princípio, a iniciativa foi direcionada para esta região administrativa devido à proximidade do Batalhão, que está localizado na Cidade do Automóvel. O projeto já recebeu 50 kimonos, doados pela empresa de tecnologia Hepta.

O idealizador do projeto pratica jiu-jitsu há 24 anos, é faixa preta da modalidade, 3° grau, e tem experiência com aulas para crianças. O policial e lutador, carrega o título de bi-campeão mundial de policiais e bombeiros, tem um histórico de competições e agora quer formar novos campeões e distanciar essas crianças da vulnerabilidade social a que estão expostas.

Para o cabo Bernardo, a prática do esporte vai além da atividade física. As aulas vão possibilitar o desenvolvimento físico e também a aproximação das crianças com a Polícia Militar. “A gente quer fazer tudo isso para gerar, principalmente, essa interação entre as crianças que, consequentemente, vai alcançar as pessoas que convivem com elas. A parte física vai ser desenvolvida, a parte competitiva, auto-defesa, o conhecimento para saber distinguir uma competição de uma briga e saber usar todo esse conhecimento para o bem, e não para o mal”.

Outro fator positivo do projeto é a interligação com outros projetos sociais da PMDF. A expectativa é interagir com projetos como o Proerd e o Teatro Lobo Guará, por exemplo, realizando e recebendo visitas para ampliar a percepção dos alunos quanto a outros temas sociais.

O projeto não tem fins lucrativos. Toda as doações serão repassadas para as crianças.

As aulas serão realizadas de segunda a quinta-feira, no período da tarde, no pátio do Batalhão da ROTAM, situado na Cidade do Automóvel.


Caso haja desistência, os interessados poderão fazer inscrição no Batalhão da ROTAM. É preciso que o aluno tenha entre 6 e 12 anos, esteja matriculado na escola e que no dia da matrícula esteja acompanhada do responsável.