Institucional

Notas de Falecimento

04
Jan

Rollemberg exonera vice-governador e acirra crise política

O governador Rodrigo Rollemberg exonerou o vice-governador Renato Santana do cargo de administrador regional de Vicente Pires e expôs a gravidade da crise na cúpula do Palácio do Buriti. A demissão foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal desta terça-feira (03/01). A saída de Santana do comando de uma das principais administrações regionais é mais uma demonstração da rixa entre o governador e o vice.

 

O clima já estava muito ruim e se deteriorou depois que Rollemberg decidiu reajustar as passagens de ônibus e de metrô. Renato Santana não poupou críticas ao chefe do Executivo por conta dos aumentos. O governador, que havia viajado de férias com a família, suspendeu o descanso e voltou ao Palácio do Buriti, para não deixar o vice à frente das negociações sobre o transporte público.

 

Atrito com vice-governador começou na CPI

A guerra entre os dois foi declarada abertamente na época da abertura da CPI da Saúde, na Câmara Legislativa. A sindicalista Marli Rodrigues gravou uma conversa com o vice-governador, em que ele menciona um suposto esquema de propina no governo. O episódio gerou críticas mútuas e expôs o rompimento entre os aliados. Depois disso, Rollemberg exonerou cerca de 100 funcionários da vice-governadoria e demitiu o ouvidor do governo, Valdecir Medeiros, indicado por Santana.

 

O vice-governador reclama de não ter sido consultado nem avisado sobre as exonerações previamente. Na manhã desta terça-feira, Renato Santana se reuniu com o presidente regional do PSD, deputado federal Rogério Rosso, para discutir a situação política e os rumos da aliança com Rodrigo Rollemberg.

 

Com a exoneração, o presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), Júlio Menegotto, assume interinamente a Administração Regional de Vicente Pires. Além de Renato Santana, Rollemberg exonerou ainda outras pessoas indicadas pelo vice-governador. As demissões ocorreram em Vicente Pires e também na Secretaria de Economia e Desenvolvimento Sustentável do Distrito Federal, comandada por Arthur Bernardes, do PSD.